terça-feira, 4 de setembro de 2012

I SEMINÁRIO "DIREITO PENAL E DEMOCRACIA"







PARTICIPE! Você pode imprimir a Ficha de Inscrição (abaixo), preencher e entregar no CADEL ou ICJ.





OU VOCÊ PODE ENVIAR SEUS DADOS PARA: direitopenaledemocracia@gmail.com , com o título FICHA DE INSCRIÇÃO.
No corpo do texto preencha as informações:

NOME, DOCUMENTO, ENDEREÇO, CEP, BAIRRO, INSTITUIÇÃO, ATIVIDADE E E-MAIL.

Na ocasião, você receberá a confirmação da inscrição com a programação do evento.

Dias 23 e 24 de Outubro tem Seminário de Direito Penal e Democracia



É com grande satisfação que o Grupo de Pesquisa Direito Penal e Democracia se congratula com a comunidade acadêmica, científica e a sociedade civil em geral, vindo a público lançar seu 1º Seminário Direito Penal e Democracia: realidade brasileira e inquietações no presente, que será realizado nos dias 22 e 23 de outubro de 2012, na Universidade Federal do Pará, no Auditório Prof. José Vicente Miranda Filho, no Instituto de Ciências Jurídicas - ICJ.

Os organizadores do evento entendem ser a época hodierna oportuna para desenvolver reflexões envolvendo temáticas diversas a respeito dos fenômenos jurídicos decorrentes da sociedade punitiva e seus nexos com o Estado Democrático de Direito; a violação dos direitos humanos; o planejamento da segurança pública; o direito penal e a racionalidade jurídico-positiva; bem como a criminologia e feminismos.

Aos membros do Grupo de Pesquisa em Direito Penal e Democracia a proposição deste Seminário constituiu imenso desafio por duas razões: a concepção de uma programação interdisciplinar que abrangesse todos os pesquisadores vinculados ao Grupo; de outra parte,a convergência das discussões no campo do Direito Penal.

INSCRIÇÕES GRATUITAS

Olá, Sejam Bem Vindos ao Grupo!

Nós somos o Grupo de Estudos e Pesquisas Direito Penal e Democracia da UFPA.

O objetivo do grupo é realizar estudos, pesquisas, ensino e extensão que enfoquem as situações de violência na Amazônia, por meio de uma perspectiva transdisciplinar, de maneira articulada aos debates no campo da democracia e direito penal.

Para tanto, a educação, a psicologia, o direito, a história e as ciências sociais, além de outros saberes podem contribuir na problematização e em intervenções na política criminal de forma atenta à complexidade dos acontecimentos em jogo nesta esfera das políticas públicas, no país, atual, em especial, na Amazônia brasileira.

São três as Linhas que fomentam as atividades do Grupo de Pesquisa: Estado, Política Criminal e Segurança Pública; Teoria do Direito Penal; e Violência, Cidadania e Direitos Humanos.